The book of Negroes




Ontem, assisti de uma tacada só os 6 episódios dessa série, conta a história épica de uma mulher africana, Aminata Diallo, que é vendida como escrava para os Estados Unidos, mas que sonha com sua liberdade e com a volta para casa. Mostra todo o drama que ela vive durante esses anos de escravidão, suas alegrias, dores e perdas.



Uma série dramática, épica, retrata o sofrimento dos negros que são arrancados a força de sua terra e levados como animais. Algumas cenas de tão triste é difícil conter as lágrimas. A série toda carrega aquele ar de tristeza e desolação. Mas vale a pena ser vista.




O Livro





Pesquisando na net, li que a série foi baseada num livro e lá pelos idos de 2011 um grupo holandês que diz representar as vítimas da escravidão no Suriname queria queimar esse livro.
O motivo é simplesmente por conta do título: o termo Negroes, de “The Book of Negroes”, equivale ao “nigger” americano e carrega um tom pejorativo, devendo, segundo o grupo, ser banido do vocabulário holandês.
Vale ressaltar que o nome  é uma referência a um documento histórico: The Book of Negroes registra informações dos escravos que lutaram pela Coroa Britânica na Revolução Americana, e tal documento está presente de forma decisiva na trama do livro.